sábado, 23 de maio de 2015

Atriz mirim de Carrossel é encontrada com namorado em hotel de Belo Horizonte

Beatriz Parizotto e Airton de Nunes Toledo fugiram de SP para BH

Casal estava hospedado em uma hotel no centro de BH

A atriz mirim Beatriz Parizotto, de 14 anos, conhecida por participar da novela Carrossel foi encontrada com o namorado Airton de Nunes Toledo, de 17 anos, em um hotel no centro de Belo Horizonte, na madrugada deste sábado (23). Beatriz sumiu com o jovem, que é conhecido como Tom, na última quinta-feira(21).
Segundo informações da PM (Polícia Militar), os militares comparecem ao hotel, localizado na rua Carijós, porém os adolescentes não foram encontrados. Funcionários confirmaram que Beatriz e o namorado estavam hospedados no local. No check-in feito por Tom, constava que o rapaz era maior de idade. 
Por volta da 1h da madrugada, a polícia foi avisada pelos funcionários que o casal voltou ao hotel e os militares os localizaram. Os jovens e seus familiares foram encaminhados para uma delegacia na capital, onde foram ouvidos e liberados.
Entenda o caso 
A adolescente foi deixada pelo pai às 7h no colégio em que estuda, no Tatuapé, zona leste de SP. Porém, quando a tia da garota foi buscá-la na saída da aula, as amigas de Beatriz contaram que ela não tinha entrado na escola.
A família, desesperada, foi à delegacia e fez um BO (boletim de ocorrência) de desaparecimento, mas continuou as buscas por conta própria. Nas redes sociais, a irmã da garota encontrou o irmão de Tom e contou o que havia acontecido. Ela relatou que a mãe teve certeza da fuga quando notou que um bichinho de pelúcia de estimação, que Beatriz sempre levava para as viagens, tinha sumido.
Após a fuga dos jovens, familiares se mobilizaram e descobriram que os dois haviam embarcado em um ônibus rumo a Belo Horizonte.
Na tarde dessa sexta-feira (22), o pai da menina, Pedro Augusto Cardoso, recebeu pelo Whatsapp uma foto da filha acompanhada do rapaz nas escadarias de um centro comercial da capital mineira.   

Fonte: R7
Foto: Reprodução