sexta-feira, 21 de março de 2014

Ronaldo Pacas participa do IGM em Ação: relembra fatos e fala sobre as futuras disputas

O vereador do PSDC atendeu ao convite da direção da Rádio IGM e participou na tarde dessa quinta-feira, 20 de março, do Programa IGM em Ação.
Na ocasião Pacas relembrou situações de sua vida na política, falou sobre a disputa de outubro e ainda aproveitou para deixar alguns alertas. 

Confiram os principais trechos da entrevista:

´´Quando vencemos a eleição eu fui nos gabinetes de Mendonça, Humberto Costa e Zé Augusto. Meu objetivo maior é sempre lutar pelo bem de Santa Cruz do Capibaribe``.

´´Existem pessoas que conversaram comigo e que reconhecem o trabalho de Mendoncinha. A política muda e nós observamos a juventude que tem uma parcela importante nesses avanços. E se formos falar de obras não teremos a capacidade de enumerar as obras e ações que Mendonça já conseguiu para nossa cidade. Há 40 anos quando a família Mendonça começava a trazer as obras para a cidade, quem imaginava que Santa Cruz iria alcançar o que é hoje? Não podemos deixar de citar as seis agências bancárias os açudes e muito mais.  Se a minha decisão final for Mendonça eu sei que o prefeito Edson não vai retaliar ninguém. É preciso que uma cidade com o porte da nossa tenha mais deputados reivindicando em Brasília``.


´´Pelo grupo eu permaneço unido. Agora se o grupo não permanecer unido eu posso permanecer com Mendonça. Ele já enviou quase R$2 milhões de reais que estão beneficiando a cidade. Ele trouxe, foi compromisso assumido``.

´´Mendoncinha tem condições de representar muito bem Santa Cruz. Hoje, que foi convocado e está unido com Eduardo Campos, não seria estranho se ele dissesse o candidato a deputado federal vai ser você em Santa Cruz Mendoncinha. Mas isso não está definido, aliás nada foi anunciado oficialmente ainda``.



´´Muitos boca-pretas votaram em Zé pensando que ele tinha mudado de postura e ele mostrou que permanece sempre o mesmo. E o que esses que votaram nele podem dizer agora?``.

´´Eu tenho a mesma postura de sempre. Eu disse e repito posso apoiar Alessandra se for um consenso do grupo e depois de sentarmos e forem apresentadas as propostas``.


Fonte: Blog do Melqui