sábado, 1 de março de 2014

Friboi rebate acusação de fraude em comercial com Roberto Carlos

O comercial da Friboi com Roberto Carlos como garoto-propaganda gerou mais uma polêmica. O cineasta Fernando Meirelles, diretor de sucessos como "Cidade de Deus" e "O Jardineiro Fiel", anunciou no Twitter que tudo não passa de uma farsa. Isso porque, na verdade, o cantor não teria voltado a comer carne.


"Nas agências, fala-se que R$ 25 milhões teria sido o cachê do Roberto Carlos para falar que voltou a comer carne. A turma que participou da filmagem garante que ele sequer cortou o bife. Continua veggie como sempre foi", afirmou o diretor de cinema no microblog.

Com a nova polêmica instaurada, o frigorífico JBS, responsável pela marca Friboi também se manifestou. Procurada por Purepeople, a empresa enviou uma nota sobre o caso.

"O comercial de TV com o cantor Roberto Carlos é uma representação simbólica da parceria com a Friboi. Reforçamos que opção de voltar a comer carne já havia sido expressada pelo cantor anos antes deste anúncio", diz o comunicado.

A campanha publicitária foi criada pela agência Lew'Lara\TBWA. A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da agência, mas não teve retorno até a publicação desta matéria.

Vale ressaltar que, no comercial, as pessoas que estão com Roberto Carlos na mesa são todas próximas a ele. Do seu lado direito estão Dody Sirena, seu empresário, e a mulher dele, Fernanda Sirena. Do lado esquerdo estão seu filho, Dudu Braga, e a mulher dele, Valeska Sostene.

Purepeople entrou em contato com Dody e Dudu para entender se eles participaram do vídeo a pedido de Roberto Carlos, para o cantor se sentir mais à vontade, mas não teve retorno. "Ele não quer que nenhuma informação vaze sobre a gravação e pretende abafar tudo isso. Quando quer, o Rei sabe dar seus decretos e todo mundo acata", garante uma fonte.

Ataques nas redes sociais

A primeira polêmica envolvendo o comercial da Friboi aconteceu quando o anúncio virou alvo dos vegetarianos. Eles usaram as redes sociais para atacar a mudança de hábito de Roberto.

"Que decepção! Para quem defendia as baleias e a ecologia... Se você quer comer carne, que coma! Mas daí a incentivar o consumo, é demais. Quero ver cantar a música 'As Baleias' agora", criticou uma internauta. Por causa dos ataques, a Friboi chegou a bloquear os comentários em seu canal no YouTube, mas depois voltou a liberá-los.

Na coletiva de imprensa para apresentar a nova campanha da Friboi, o presidente da JBS no Brasil, Wesley Batista, afirmou que o convite do frigorífico para Roberto estrelar os comerciais foi feito após o cantor ter revelado publicamente que havia voltado a comer carne.

"Ao saber da notícia, começamos uma conversa, que veio a se concretizar agora. No nosso ponto de vista é um casamento perfeito", disse o executivo. "Ele é o maior ícone da música brasileira. Fala diretamente ao coração das donas de casa. Essas mulheres cozinham ouvindo suas músicas", pontuou.

Por: Anderson Dezan
Fonte: Purepeople


_______________________________________________________________

Comercial da Friboi com Roberto Carlos recebe críticas e comentários são censurados

Página da Friboi, no YouTube, onde o vídeo foi postado: fechada para comentários 
(Foto: Reprodução/YouTube)


Wesley Batista, da JBS, Roberto Carlos
e Tony Ramos (Foto: Divulgação)
Roberto Carlos passou 30 anos sem comer carne. Logo após ele anunciar que retomaria o hábito, a Friboi não perdeu tempo. Convidou o cantor para estrelar sua campanha publicitária.

A iniciativa, no entanto, não caiu bem para ativistas veganos, que têm criticado o Rei por sua atitude nas redes sociais.


A quantidade de comentários negativos fez a página no YouTube, onde o vídeo foi postado, ser fechada para comentários na manhã desta segunda-feira (24/02). Não é possível comentar ou avaliar o vídeo.

Outras páginas do YouTube com o mesmo vídeo, estão recebendo as críticas dos consumidores. Em uma delas, Ismarabrenner comentou: "Em um mundo onde as pessoas estão cada vez mais se conscientizando contra a crueldade praticada contra os animais, vem um ícone da cultura brasileira (decrépito, mas ainda assim, ícone), formador de opinião, e faz campanha para que as pessoas comam carne. E sabem porquê? [sic] Porque ele quer ficar "marombado", segundo consta." O vídeo neste endereço teve 12 avaliações negativas e 6 positivas.

Época NEGÓCIOS entrou em contato com a agência Lew’Lara\TBWA, responsável pela campanha, que afirmou que todo gerenciamento da campanha nas redes sociais está sendo feito pela Friboi. Procurada, a Friboi enviou a seguinte nota:

"Sobre os questionamentos relacionados às mídias sociais, a Friboi informa que durante o dia de hoje a empresa considerou que alguns comentários foram ofensivos à credibilidade dos envolvidos em sua nova campanha. Por isso, optou por avaliá-los momentaneamente. A partir de agora, seus canais já estão normalizados."

Apesar da declaração sobre a normalização do serviço, a postagem de comentários continuava bloqueada no YouTube até às 18h50 desta segunda-feira.

No vídeo da campanha, Roberto Carlos diz ao garçom que o seu prato tem carne e emenda com o famoso refrão "eu volteeeeeei".


24/02/2014 14h48 - ATUALIZADA EM: 24/02/2014 18h54 - POR ÉPOCA NEGÓCIOS ONLINE