quinta-feira, 6 de março de 2014

Morre aos 66 anos o deputado federal Sérgio Guerra, ex-presidente do PSDB

Ele sofria de câncer de pulmão e estava internado em hospital de SP.

O recifense também era economista, pecuarista e professor.


O deputado federal Sérgio Guerra (PSDB-PE), 
ex-presidente do PSDB, lutava contra um câncer de
pulmão (Foto: Katherine Coutinho/G1)
O deputado federal pernambucano Sérgio Guerra, ex-presidente nacional do PSDB, morreu aos 66 anos em São Paulo, na manhã desta quinta-feira (6), informou a assessoria do partido. Ele estava internado havia cerca de 15 dias no hospital Sírio-Libanês. Guerra tinha câncer de pulmão, e uma pneumonia agravou seu estado de saúde.

O velório ocorrerá no Recife, sua cidade natal, segundo a assessoria do PSDB. E será enterrado no cemitério Morada da Paz, no município de Paulista, na região metropolitana do Recife.
Por meio do Twitter, o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), relembrou que Sérgio Guerra morreu no mesmo dia em que faleceu o também tucano Mário Covas, o ex-governador de São Paulo e um dos fundadores do partido. Covas morreu em 6 de março de 2001.
Perfil

Natural do Recife (PE), Severino Sérgio Estelita Guerra foi eleito deputado federal pelo PSDB em 2011. Economista, pecuarista e professor, também cumpriu mandatos de deputado em 1991-95, 1995-99 e 1999-2003.
Foi secretário extraordinário do governo de Pernambuco entre 2001 e 2002 e secretário de Indústria, Comércio e Turismo do estado entre setembro de 1997 e abril de 1998. Havia passado antes pelo PMDB (1981 a 1985), PSB (1989 - 1999) e entrou no PSDB em 1999.